Aparelho, espinhas e franjas



                                       



             Um dia acordei e me olhei no espelho, percebi que aquela menina sem muita identidade não existia mais, aquele rostinho estava com uma aparência mais angelical ainda, porém sem nenhum toque de pré-adolescência. aparelho foi substituído por contenção, as espinhas foram submetidas a um tratamento que dizem ser milagroso e as franjinhas sem graça tornaram-se um corte com camadas e um pouco ombré-hair. O período de transição finalmente chegou, mas tudo bem, estou gostando, sinto minha adolescência ir me deixando aos poucos, e vejo meus sonhos de menina tornarem-se cada vez mais forte a cada currículo que entrego. Sabe os sonhos de menina? Pois é, ainda os tenho, e sinto que está cada vez mais perto de tornar reais.
        
          Crescer não é mudar tudo de uma vez só, é você entrar nesse estágio de transição e perceber que se você chegou até aqui, você pode chegar mais além, é perceber o quê, quem e onde te fará feliz e uma pessoa cheia de realizações. É sonhar mesmo próximo a casa dos 20 e saber que vai realizar conforme o seu próprio tempo permitir.
             
               O relóginho um dia tem que bater. Crescer pode sim demorar. Lembre-se.